História da Arrancada

A 3ª Etapa do Campeonato Paranaense de Arrancada acontece neste fim de semana no Autódromo Internacional de Curitiba e promete levar muitos admiradores da categoria para as arquibancadas. A Arrancada é um esporte que une pilotos bem preparados em local apropriado para competir oficialmente na tentativa de cobrir um determinado percurso, em linha reta, no menor tempo possível.

E tudo começou como uma brincadeira. No início, eram apenas jovens americanos sem dinheiro e loucos por velocidade, que transformavam sucatas de roadsters em máquinas super equipadas com motores V8.

A modalidade surgiu na Califórnia, logo após a II Guerra Mundial. Os participantes mediam a potência de seus carros dentro de um percurso de 402 metros (distância mantida até hoje e equivalente a 1/4 de milha) pelas ruas, mas sem responsabilidade alguma e nenhum critério de segurança.

Vendo isso, o apaixonado por motores fortes, Creighton Hunter, resolveu oficializar a corrida, adotando uma pista de pouso da Força Aérea Americana em Santa Ana (Califórnia) e criando assim, a primeira associação para profissionais do esporte de arrancada.

Até hoje as competições são realizadas em duplas e por categorias, separando os diferentes tipos de veículos, dividindo-os pela potência ou pelo nível de preparação de cada piloto.

Os Estados Unidos reúnem as principais competições, os melhores carros e melhores pilotos. Lá, a categoria “Top Fuels” percorre os 402 metros em aproximadamente 4 segundos, com velocidades superiores a 500 km/h. Os carros dessa categoria são considerados os de aceleração mais rápida do planeta.

A evolução tecnológica na categoria fez com que as velocidades alcançadas fossem cada vez mais altas. Para se ter uma idéia, em 1984, a velocidade máxima era de 418 km/h. Hoje o recorde é do piloto Tony Schumacher, que percorreu os 402 metros a 523 km/h em apenas 3.7 segundos.

Arrancada no Brasil – Curitiba carrega a honra de ter sido a primeira cidade brasileira a receber uma competição desse gênero, no ano de 1958. Conhecida como o “Primeiro Quilômetro Parado de Curitiba”, a disputa foi realizada no percurso de 1.000 metros.

O detentor do recorde de arrancada no país é o piloto Alejandro Sanches, com a velocidade de 403 km/h, em um tempo de 5,9 segundos.

Foto: Nei Quadros

Tags: , , , , , , Categoria: Arrancada

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *