A logística no esporte a motor

Para os milhões de apaixonados por esportes a motor ao redor do mundo, uma corrida começa quando as luzes vermelhas se apagam. Mas para o departamento de logística de uma equipe, cada corrida começa bem antes disso, pode-se dizer até mesmo que, muito antes da temporada começar.

Quando o calendário da temporada é confirmado, a equipe de logística começa a trabalhar na reserva de vôos, hotéis e, principalmente, planejando como os carros vão chegar a cada pista, tudo de maneira rápida, pois nem sempre há um intervalo grande entre as provas.

A corrida contra o tempo para levar carros para a pista é constante. E não é só isso, pois uma vez no lugar da competição, os membros das equipes precisam de alimentação, transporte, hotéis e condições favoráveis de trabalho. Para que tudo aconteça de maneira tranquila e da melhor forma possível.

No circuito começa o trabalho de descarregar os equipamentos e construir as garagens, sempre acompanhado de alta pressão. Afinal, o tempo geralmente é curto.

Perfeitamente montado, o interior das garagens conta com computadores para telemetria, caixas de ferramentas e todo o equipamento necessário para uma corrida. Um trabalho crucial, já que qualquer problema na infraestrutura dos postos de parada (conhecidos também por pits) pode levar a sérias consequências quando a ação começa na pista.

Antes e durante a prova, todas as peças reservas estão prontas para serem usadas a qualquer momento. Não é apenas um pneu reserva e algumas lâmpadas substitutas, como encontrados na garagem de um motorista comum. Em uma garagem de esporte a motor, há literalmente um carro esperando para ser construído.

O desafio da equipe de logística é garantir que a equipe toda receba tudo o que precisar, para trabalhar com o máximo empenho e dedicação, exercendo o melhor. Isso será refletido diretamente no desempenho do carro.

Foto: Nei Quadros

Tags: , , Categoria: Automobilismo

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *