Kart: a diversão que foi para as pistas

O primeiro Kart foi construído em 1956 pelo engenheiro e designer de carros Artur Ingels – considerado oficialmente o pai do Kart – e pelo engenheiro Lou Borelli em uma pequena garagem em Echo Park Road em Los Angeles. No principio, os construtores não tinham planos ambiciosos ou fins lucrativos em mente, a ideia era apenas construir algo que proporcionasse diversão.

Em seguida, no ano de 1957, foi organizado o primeiro clube de kart, o Go Kart Club of America (atual Federação Internacional de Kart) que começou a organizar os fabricantes e pilotos. Em menos de dois anos, o número de fabricantes de kart, somente nos Estados Unidos, era superior a 100, além de muitos outros na Austrália e Europa.

Após algum tempo competições amigáveis, a categoria viu a necessidade de criar regras para organizar corridas, principalmente quanto ao design dos chassis, pois os karts eram construídos em diferentes formatos e com uso de diversos materiais. Eram carros com três rodas, com rodas enormes ou muito pequenas, construídos com canos para água, chassis em formato quadrado, muito longos ou muito estreitos. Cada fabricante tinha o desenho que achava ser o melhor, sem a menor preocupação com segurança.

Mundialmente conhecido por “moldar” pilotos e ser uma porta de entrada para as categorias internacionais – pilotos importantes como Ayrton Senna, Michael Schumacher, Rubens Barrichello, Alain Prost, Nelson Piquet, já passaram pela categoria –, hoje o Kart é uma modalidade do automobilismo composto por minimonopostos, constituídos de motores de 2 ou 4 tempos, refrigerados a água ou a ar. O peso do carro varia entre 70 e 150 quilos, dependendo do modelo e os chassis são tubulares.

No Brasil, o Kart começou a ser praticado nos anos 60 e ficou famoso na corrida que se chama 500 Milhas de Kart Granja Vianna. A prova, que é realizada até hoje, tem 12 horas de duração. As principais competições da categoria são o Campeonato Brasileiro de Kart, a Copa Brasil de Kart e o Campeonato Sul-Brasileiro de Kart.  Já são 26 kartódromos homologados pela Confederação Brasileira de Automobilismo para provas oficiais.

Curiosidade – O Parakart é a única prova de kart de nível amador reservada a portadores de deficiência. Em 2009, a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) realizou a 1ª edição do Campeonato Brasileiro de Parakart, no Kartódromo Internacional Raceland, em Pinhais, na qual sagrou-se campeão o piloto Dédo Jr. E em julho deste ano, acontece o segundo Campeonato Brasileiro da categoria, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro. Serão cerca de 20 pilotos, com idade entre 18 e 47 anos.

Foto: APKA

Tags: , , , , , , Categoria: Automobilismo

Comentários Facebook

4 Respostas para Kart: a diversão que foi para as pistas

  1. admin disse:

    Olá Guilherme, você pode encontrar a pista de kart que fica mais próxima da sua casa para praticar a modalidade. Existem muitos locais adequados! Até logo e boa sorte.

  2. Pingback: Dicas para Pilotar um Kart - Blog do Autódromo Internacional de Curitiba - BLog do AIC - Blog do Autódromo Internacional de Curitiba – BLog do AIC

  3. Pingback: Conheça o Kartódromo Raceland Internacional - Blog do AICBlog do Autódromo Internacional de Curitiba – BLog do AIC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *