Perfil de Piloto – Juan Pablo Montoya

Juan Pablo Montoya

Voltando com mais uma edição do “Perfil de Piloto”, o blog do Autódromo Internacional de Curitiba vai falar sobre o colombiano Juan Pablo Montoya, que conquistou sete vitórias na Fórmula 1, ficando com o terceiro lugar por duas vezes consecutivas no disputado campeonato.

Leia também: Perfil de Piloto – Nigel Mansell

Juan Pablo Montoya

Montoya começou a se destacar quando corria na Fórmula 3000, na Europa, e conquistou o campeonato da categoria com sessenta e cinco pontos, um recorde. Após seus feitos na Fórmula 3000, o piloto foi contratado pela Williams, no ano de 1999, e convidado a correr na Champ Car para substituir o então bicampeão Alessandro Zanardi.

Juan Pablo Montoya

Pela mesma equipe, Montoya fez sua estreia na Fórmula 1, já no ano de 2001. Logo na sua terceira corrida o piloto surpreendeu a todos com uma linda ultrapassagem sobre o então tricampeão Michael Schumacher. Nessa, que foi a sua primeira temporada na Fórmula 1, o colombiano contabilizou uma vitória e três poles.

Juan Pablo Montoya

Na segunda temporada que Juan Pablo Montoya disputou, graças à experiência adquirida, o piloto acabou conquistando 50 pontos, o suficiente para ocupar a terceira posição, ficando atrás dos dois pilotos da Ferrari. No ano seguinte, 2003, Montoya lutou até o final do campeonato pelo título, mas acabou perdendo a disputa e terminando o campeonato novamente em terceiro lugar, com 82 pontos.

Juan Pablo Montoya

O ano de 2004 foi problemático para a Williams e Montoya acabou aceitando uma proposta da MacLaren, na qual sofreu um acidente e ficou fora de algumas corridas. Já em 2006, o piloto anunciou sua saída da Fórmula 1, indo correr na Nascar, em que  tornou-se o segundo piloto estrangeiro a vencer uma corrida na história.

Tags: , , , , , , , Categoria: Automobilismo

Comentários Facebook

Uma resposta para Perfil de Piloto – Juan Pablo Montoya

  1. Correção, não é “MacLaren” é Sim ‘McLaren’ e ele não correu na Champ Car e sim na CART (1999-2000) pela Ganassi, equipe pela qual ele corre hoje em dia na Nascar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *