Perfil de Piloto – Rubens Barrichello

Rubens Barrichello

Em mais um post da série “Perfil de Piloto”, aqui do blog do Autódromo Internacional de Curitiba, vamos falar do piloto brasileiro Rubens Barrichello. Rubinho, como é conhecido, é atualmente o piloto mais experiente da Fórmula 1 e também preside a GPDA , “Grand Prix Drivers’ Association”.

Leia Também: Saiba o valor de todas as categorias do automobilismo brasileiro.

Rubens Barrichello

O piloto começou sua carreira pilotando kart e logo de início foi considerado “imbatível” no esporte, já que conquistou cinco títulos brasileiros na categoria. Em 1990, Rubinho foi competir na Europa, em seu ano de estreia, e conquistou a Fórmula Opel , com seis vitórias, sete pole positions e sete voltas mais rápidas.

Rubens Barrichello

Já em 1991, o piloto foi campeão da Fórmula 3 inglesa, pela equipe West Surrey Racing. Aos dezenove anos foi para a Fórmula 3000, terminando em terceiro lugar na classificação geral. Em 1993, Rubinho iniciou sua carreira na Fórmula 1 pela Jordan, conquistando em 1994 seu primeiro pódio no GP do Pacífico em Aida e a sua primeira pole position, no GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps.

Rubens Barrichello

Em 2000, após passar pela Williams, Benetton, McLaren e Stewart, Rubinho foi contratado para correr pela Ferrari. Lá foi duas vezes vice-campeão mundial e venceu nove Grandes Prêmios. Cansado de viver à sombra de Schumacher, Rubinho foi para a Honda e lá ficou entre 2006 e 2008, indo na sequência para Brawn GP, equipe com motores Mercedes.

Rubens Barrichello

Após muitas vitórias na Brawn, a equipe Williams confirmou a contratação do piloto para a temporada de 201. No dia 11 de janeiro deste ano, Rubens foi o escolhido pela equipe para estrear o novo modelo, FW33, no primeiro dia de testes da pré-temporada realizados em Valência, a partir de fevereiro.

Rubens Barrichello

Tags: , , , , , , , Categoria: Automobilismo

Comentários Facebook

Uma resposta para Perfil de Piloto – Rubens Barrichello

  1. Pingback: No AIC, Rubinho é campeão após 23 anos sem títulos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *