Cinto de segurança na F1

cinto-de-seguranca-na-f1Os cintos de segurança são itens de uso obrigatório tanto em carros de passeio, que circulam pelas ruas, quanto nos veículos de competição, Fórmula 1 e Stock Car, por exemplo, que estão nos autódromos e nas trilhas.

Mas, por incrível que pareça, apesar da alta velocidade e do risco que as competições de corrida oferecem, o uso do cinto de segurança só se tornou obrigatório na Fórmula 1 a partir de 1972, sendo que desde os anos 1950 os capacetes, as luvas e os macacões de proteção já eram utilizados.

Os cintos dos carros de corrida são diferentes dos usados em carros comuns. Nos carros comuns são utilizados cintos retráteis e com três pontos de fixação, já os que são produzidos especialmente para competições têm de quatro a seis pontos, com regulagem manual das tiras.

Hoje o cinto mais comum utilizado em carros de Fórmula 1 é o de seis pontos, pois fixa os pilotos ao cockpit através de seis pontos de ancoragem, sendo dois nos ombros, dois no quadril e dois nas pernas na altura das coxas do piloto. Esse padrão foi adotado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

E, para finalizar, mas não menos importante, para as competições os cintos de segurança devem ser homologados pela FIA e pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), que liberam um selo de certificação indicando também a data de validade, de no máximo cinco anos.

Veja também: 9 curiosidades que qualquer fã da Fórmula 1 deveria saber.

Seguindo normas e padrões da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), o Autódromo Internacional de Curitiba, em atividade desde 1967, é referência em qualidade, funcionalidade e segurança para provas de automobilismo e motociclismo. http://www.autodromodecuritiba.com.br/

Tags: , , Categoria: Fórmula 1

Comentários Facebook

2 Respostas para Cinto de segurança na F1

  1. Pingback: 4ª Etapa do Brasileiro de Marcas é neste fim de semana! - Blog do AICBlog do Autódromo Internacional de Curitiba – BLog do AIC

  2. Pingback: AIC realiza Top Cars Day no dia 18 de maioBlog do Autódromo Internacional de Curitiba – BLog do AIC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *