Fórmula 1: Início da temporada terá duas equipes Lotus

O conflito entre as duas equipes Lotus parece ser a saga dos últimos meses na Fórmula 1. A Lotus Racing e a Lotus-Renault disputam na Corte Suprema de Londres o direito de propriedade do lendário nome.

A decisão para o conflito, que era esperada para a última segunda-feira (24), foi adiada para o dia 21 de março. O motivo foi a persistência de dúvidas quanto ao verdadeiro dono da marca, já que o nome foi dividido entre os investidores após o fechamento da equipe, nos anos 90.

Com a prorrogação da decisão, as duas equipes começarão a temporada deste ano sem alteração em seus nomes: serão duas Lotus no início da maior categoria do automobilismo mundial.

Em comunicado oficial, a Lotus Racing, que já usou o nome na temporada do ano passado, manifestou confiança com a decisão. Tony Fernandes, chefe da equipe malaia, chegou até mesmo a afirmar em seu Twitter que estava muito feliz e que o bem sempre vencerá.

Foi Tony Fernandes quem entrou com a ação contra a Proton, dona do Grupo Lotus e, recentemente, de 25% das ações da Renault, que passou a reivindicar o direito de usar o nome. Agora, com o apoio da família de Colin Chapman – fundador da equipe Lotus, a Lotus Renault também aguarda a decisão do dia 21.

Tags: , , , , Categoria: Fórmula 1

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *